Confesso que…

Por: Débora Martins

jan 17 2013

Categoria: Uncategorized

Deixe um comentário

Eu pensei que seria mais simples manter um blog.  Afinal, de certa maneira é uma coisa pessoal, seria como escrever em um diário… Que no caso não é secreto.

Entretanto, essa ideia de escrever algo público pressupõe uma série de responsabilidade. A pessoa já senta em frente ao computador repleta de premissas. E isso afasta um pouco aquela noção primária do diário com tom confessional.

E então o blog flerta um pouco com a noção de texto jornalístico que seria aquele que leva a informação – mesmo quando é exposição de uma opinião. E isso torna a função relevante no meio social, podendo então o blog ser usado como uma ferramenta que distribui a informação.

Tendo em vista, que a imparcialidade não é característica notória nos meios de comunicação os blogs têm servido com uma alternativa plausível.

Portanto, vamos fazer um blog? =)